top of page

Quer aprender a meditar as escrituras? Veja um exemplo sobre a Lectio Divina clicando aqui.

O Missário 2024 está em promoção com 20% de desconto! E comprando 2 ou mais, você ainda ganha mais 10%. Compre clicando aqui.

Semana 3 - 21/1/2024 - 3° Domingo do Tempo Comum - Liturgia Diária

Atualizado: 20 de jan.

Na semana passada (2° Domingo do Tempo Comum), vimos Jesus encontrando seus primeiros discípulos.

No 3° Domingo do Tempo Comum Jesus inicia a pregação e o chamamento de seus discípulos.


O que vamos aprender nessa semana?


No Evangelho, Jesus diz: “Segui-me e eu farei de vós pescadores de homens”. Na primeira leitura, o Senhor chama Jonas novamente para anunciar a sua mensagem.

Na segunda leitura, Paulo nos lembra que o nosso tempo neste mundo é breve.

 

Neste domingo, já nos convertemos ao chamado de Jesus? Estamos prontos para nos converter continuamente ao longo de nossas vidas?


Leituras

Primeira Leitura (Jn 3,1-5.10)

Leitura da Profecia de Jonas

A palavra do Senhor foi dirigida a Jonas, pela segunda vez: "Levanta-te e põe-te a caminho da grande cidade de Nínive e anuncia-lhe a mensagem que eu te vou confiar". Jonas pôs-se a caminho de Nínive, conforme a ordem do Senhor. Ora, Nínive era uma cidade muito grande; eram necessários três dias para ser atravessada. Jonas entrou na cidade, percorrendo o caminho de um dia; pregava ao povo, dizendo: "Ainda quarenta dias, e Nínive será destruída". Os ninivitas acreditaram em Deus; aceitaram fazer jejum, e vestiram sacos, desde o superior ao inferior. Vendo Deus as suas obras de conversão e que os ninivitas se afastavam do mau caminho, compadeceu-se e suspendeu o mal que tinha ameaçado fazer-lhes, e não o fez.


Salmo responsorial – Sl 24(25),4ab-5ab.6-7bc.8-9 (R. 4a.5a) – Do pecado à conversão

 

O salmo 24(25) é uma oração de súplica a Deus por orientação, proteção e perdão. O salmista busca orientação para viver de acordo com os mandamentos divinos.

 

Refrão (4a.5a): Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos, vossa verdade me oriente e me conduza!

 

Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos, e fazei-me conhecer a vossa estrada! Vossa verdade me oriente e me conduza, porque sois o Deus da minha salvação. R.

Recordai, Senhor meu Deus, vossa ternura e a vossa compaixão que são eternas! De mim lembrai-vos, porque sois misericórdia e sois bondade sem limites, ó Senhor! R.

O Senhor é piedade e retidão, e reconduz ao bom caminho os pecadores. Ele dirige os humildes na justiça, e aos pobres ele ensina o seu caminho. R.


Segunda Leitura (1Cor 7,29-31)

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios

Eu digo, irmãos: o tempo está abreviado. Então que, doravante, os que têm mulher vivam como se não tivessem mulher; e os que choram, como se não chorassem, e os que estão alegres, como se não estivessem alegres; e os que fazem compras, como se não possuíssem coisa alguma; e os que usam do mundo, como se dele não estivessem gozando. Pois a figura deste mundo passa.


Evangelho (Mc 1,14-20)


Depois que João Batista foi preso, Jesus foi para a Galileia, pregando o Evangelho de Deus e dizendo: "O tempo já se completou e o Reino de Deus está próximo. Convertei-vos e crede no Evangelho!" E, passando à beira do mar da Galileia, Jesus viu Simão e André, seu irmão, que lançavam a rede ao mar, pois eram pescadores. Jesus lhes disse: "Segui-me e eu farei de vós pescadores de homens". E eles, deixando imediatamente as redes, seguiram a Jesus. Caminhando mais um pouco, viu também Tiago e João, filhos de Zebedeu. Estavam na barca, consertando as redes; e logo os chamou. Eles deixaram seu pai Zebedeu na barca com os empregados, e partiram, seguindo Jesus.


Palavras do Papa


O trecho do Evangelho deste domingo mostra-nos, por assim dizer, a «passagem do testemunho» de João Batista para Jesus. João foi o seu precursor, preparou-lhe o terreno e o caminho: então Jesus pode começar a sua missão e anunciar a salvação já presente; a salvação era Ele. A sua pregação é resumida nestas palavras: «Completou-se o tempo e o Reino de Deus está próximo; fazei penitência e crede no Evangelho» (v. 15). Simplesmente! Jesus não usava meias-palavras. É uma mensagem que nos convida a refletir sobre dois temas essenciais: o tempo e a conversão. (...) O tempo da salvação cumpriu-se porque veio Jesus. Contudo, a salvação não é automática (...): exige a nossa conversão. (...) Para cada um de nós, o tempo em que podemos acolher a redenção é breve: é a duração da nossa vida neste mundo. É breve! (...) Queridos irmãos e irmãs, prestemos atenção e não deixemos Jesus passar sem o receber. (Angelus 24 de janeiro de 2021)



21/1/2024 - 3° Domingo do Tempo Comum - Jesus chama seus discípulos

1.031 visualizações